Sexta-feira, 31 de Agosto de 2007

Treinos disputados à fracção de segundo

Peter Besenyei estabeleceu o tempo mais rápido da sessão de treinos de quinta-feira da etapa portuguesa da Red Bull Air Race World Series. O piloto húngaro demarcou-se do actual defensor do título – o norte-americano Kirby Chambliss – e do britânico Paul Bonhomme, respectivamente segundo e terceiro da sessão. Sem dúvida um bom augúrio para as qualificações de sexta.

Besenyei, actualmente o terceiro classificado da Red Bull Air Race World Series depois de sete corridas (em dez) em 2007, brilhou no segundo dia de treinos com um tempo de 1 minuto e 10.47 segundos. Nas margens do rio Douro uma imensa multidão aplaudiu mais uma sessão de treinos disputada esta quinta-feira entre Porto e Gaia. Confirmaram-se assim as conversas de bastidores antes da acção; todos acreditavam que a luta seria travada à fracção de segundo.

Chambliss, o campeão em título, parece ter finalmente descolado depois de um inicio de época apagado. Os escassos três centéssimos de segundo que o separaram do seu companheiro da equipa Red Bull (Besenyei) são a prova disso mesmo. Já Bonhomme parece estar também em grande forma, claramente acima do evidenciado em Budapeste – a corrida anterior onde terminou em terceiro. Satisfeito com uma melhor sessão de treinos no Porto, o britânico faz o retrato do dia; “O traçado é apertado e rápido, o que faz com que sejamos castigados pelo mínimo erro. Mas não estou preocupado com a escassa diferença que nos separa. O Mike Mangold e o Steve Jones são sempre fortes neste tipo de percurso, mas foram desqualificados nos treinos. Estou certo que numa próxima vez serão muito mais cuidadosos e uma vez mais adversários a ter em conta na corrida em si”.

O estreante russo Sergey Rakhmanin (Team Dragon Racing), que acabou os treinos à frente de um Mangold desclassificado, nem por isso se mostrou optimista em relação às perspectives para a corrida do Porto/Gaia; “Sei que não vou ser um dos pilotos a lutar pela vitória. Mas é importante para mim ganhar experiência e melhorar as minhas prestações”.

As qualificações com os 13 pilotos arrancam sexta às 14 horas locais. Já o culminar do evento terá lugar na Invicta a partir das 13 horas de sábado (1 de Setembro) – com um crescendo de interesse. Primeiro as eliminatórias, depois os quartos de final, semi-finais e só então a final decisiva.


TRANQUILIDADE NO CAPÍTULO DA SEGURANÇA

Durante as sessões de treinos da Red Bull Air Race disputadas sobre as águas do Douro o público já mostrou um enorme entusiasmo. Com a expectativa de um verdadeiro banho de multidão para os próximos dias, a organização tem em marcha um ambicioso plano de segurança de âmbito inter-municipal.

Fernando Figueiredo, responsável por este sector, salienta que “tudo está a decorrer como previsto, com mais de 1000 efectivos no terreno entre elementos da PSP, segurança privada, Protecção Civil, Marinha e INEM”. Uma ideia reforçada pelo Comandante Salvador Almeida, da Protecção Civil de Gaia; “Temos um plano em crescendo e estamos tranquilamente preparados para responder ao minuto”. Já o Comandante Vitor Primo, da Protecção Civil do Porto salienta que “existem meios para fazer frente ao nível de risco previsto”.
publicado por redbullairrace às 15:09
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
Quarta-feira, 29 de Agosto de 2007

PROGRAMA OFICIAL

PORTO [RIBEIRA] & GAIA [CAIS DE GAIA]


TREINOS

  • Quarta-Feira - 29 de Agosto
14:00h às 17h – 1ª sessão de treinos
  • Quinta-Feira - 30 de Agosto
10:00h às 12:00h - 2ª sessão de treinos
 14:00h às 15:15h - 3ª sessão de treinos
 16:00h às 16:40h - Sessão de treinos extra
  • Sexta-Feira - 31 de Agosto
14:00h às 14:30h - Cerimónia de abertura
14:30h às 15:09h - 1ª Qualificação
15:30h às 16:09h - 2ª Qualificação
17:00h às 18:00h - Inter. e National Media Pit Lane Walk TRW


CORRIDA

Sábado - 1 de Setembro

13:00h – 13:20h - Cerimónia de abertura
13:20h – 13:56h - Eliminatórias
15:05h – 15:37h - Quartos de Final
15:49h – 16:04h - Semi-finais
16:24h – 16:40h - Final
17:17h – 17:20h - Cerimónia de entrega de prémios
23:00h - Red Bull Air Race Porto After Party
            CACE [antiga Central Eléctrica da Campanhã - Porto]

publicado por redbullairrace às 15:24
link do post | comentar | favorito

OLHOS POSTOS NO CÉU

A temperatura começa a subir nas margens do Douro. Depois do trabalho logístico das últimas semanas, chega finalmente a hora dos actores principais – os pilotos – começarem a mostrar o que valem no ar. Os primeiros treinos da Red Bull Air Race estão agendados para hoje entre as 14h e as 17h, no traçado do rio Douro.

Terminados os trabalhos de logística tanto no Queimódromo, onde está situado o aeroporto temporário (TWR), como nas margens do rio Douro, onde no sábado as emoções vão estar ao rubro com a emocionante corrida dos aviões da Red Bull Air Race, é chegada a hora de a poucos dias do evento se começarem a ver os primeiros aviões no céu. Hoje entre as 14h e as 17h realiza-se a primeira das três sessões de treinos agendadas. Uma oportunidade para ver as primeiras manobras radicais e para os pilotos fazerem um primeiro reconhecimento do terreno, já que até ao momento só o conhecem via simulador. As sessões de treinos prosseguem na quinta-feira entre as 10h e as 16h.

Devido ao início das actividades no Cais de Gaia e Ribeira do Porto, o trânsito tanto no Porto como em Gaia vão sofrer alguns condicionamentos. Assim, já hoje será fechado o tabuleiro inferior da ponte D. Luís (ponto de início e chegada da corrida) tanto a carros como a peões, entre as 13h30 e as 17h. Interdições que se manterão nos dias seguintes com diferentes horários (na quinta-feira a partir das 9h, na sexta-feira a partir das 8h30 e no sábado a partir das 7h). Os condicionamentos e interdições de trânsito nas ruas adjacentes ao local do evento, tanto nas margens do Douro, no lado do Porto e de Gaia, como na zona do Queimódromo, serão assegurados pela PSP. Também a navegação de barcos de pesca, turismo ou recreio no rio estará interdita, não sendo possível assistir ao evento dentro de quaisquer embarcações, mesmo que atracadas.

Devido à forte afluência de público prevista pela organização (mais de 500 mil pessoas, no dia da corrida) é recomendável que as pessoas se dirijam à zona do evento atempadamente. A CP, Metro do Porto e a Sociedade de Transportes Colectivos do Porto irão reforçar os seus transportes nos dias do evento de modo a facilitar a chegada do público ao local. Ao contrário de algumas das etapas da Red Bull Air Race, a etapa lusa não tem acesso condicionado por bilhetes, mas apenas pela lotação do espaço, ao qual será vedado o acesso se as entidades responsáveis pela segurança do evento considerarem que este está demasiado lotado. Já em relação ao TWR, o acesso não será permitido ao público excepto no sábado de manhã, entre as 9h30 e as 10h30, altura em que o público poderá ver de perto os aviões.

Terminada a corrida, será altura de descontrair com a After Party. Em Portugal, a festa que reunirá cerca de cinco mil convidados entre organização, pilotos, VIPs e público em geral, decorrerá na antiga Central Eléctrica da Campanhã [CACE]. Os bilhetes para a mega-festa, que resulta de uma parceria entre a Red Bull Portugal e o Act, estão à venda nas lojas FNAC do Gaia Shopping, Norte Shopping e Santa Catarina.


publicado por redbullairrace às 15:19
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 28 de Agosto de 2007

2º Passatempo Redbull Air Race - Ganha um voo!

E já cá está o 2º Passatempo do Redbull Air Race!

Desta vez temos um voo acrobático para te oferecer a bordo de um avião de acrobacia de 2 lugares cujo modelo é um TITTS Special S2B.

Para participares só tens de tirar fotos ou filmar partes do evento do Redbull Air Race no próximo dia 1 de Setembro no Cais de Gaia - Porto. Tens de estar no local e apanhar os melhores momentos!


Envia os teus vídeos e fotos, para o SAPO Vídeos ou SAPO Fotos.

SAPO Vídeos:

  1. Regista-te no SAPO Vídeos com um email SAPO
  2. Escolhe o teu nickname
  3. Faz upload do Vídeo e insere a tag “redbullporto” (sem aspas)

SAPO Fotos:

  1. Regista-te no SAPO Fotos com um email SAPO
  2. Escolhe o teu nickname
  3. Faz upload da Foto e insere a tag “redbullporto” (sem aspas)

Depois só tens de aguardar pelo contacto via email SAPO com o qual te registaste no SAPO Vídeos ou SAPO Fotos para saberes se és o Vencedor!

 

O passatempo decorrerá até ao dia 9 de Setembro de 2007, sendo que o vencedor será contactado posteriormente a fim de acordar a data do voo.

publicado por redbullairrace às 17:44
link do post | comentar | ver comentários (8) | favorito

Vencedor Passatempo RedBull Air Race

E já foi encontrado o vencedor do 1º passatempo RedBull Air Race - Porto Gaia!

O prémio foi um convite duplo para assistir ao evento no próximo dia 1 de Setembro na bancada Race Club! Aqui vai poder ver os aviões bem de perto e as suas acrobacias!

Parabéns ao vencedor!!

 

 

publicado por redbullairrace às 10:52
link do post | comentar | ver comentários (8) | favorito
Segunda-feira, 27 de Agosto de 2007

CONTAGEM DECRESCENTE!

Com a pista do aeroporto temporário concluída, os trabalhos nas margens do Douro a decorrerem a bom ritmo e os pilotos a chegar, a contagem decrescente para a Red Bull Air Race World Series segue em grande velocidade.

A poucos dia da etapa portuguesa da Red Bull Air Race World Series, que entre 31 de Agosto e 1 de Setembro, animará as margens do Porto e Gaia, a logística do evento está no auge. Concluída está já a pista, a qual não necessitou de grandes intervenções, já que o espaço do Queimódromo, no Parque da Cidade, reúne desde o início as condições necessárias para albergar o aeroporto temporário imprescindível à prova.

“É plano, uma recta de alcatrão, que não foi preciso alterar. É um espaço que proporciona a máxima segurança aos pilotos, até pelo comprimento e largura da pista, muito superior a algumas a que eles estão habituados”, refere Luís Garção, piloto acrobático e o aviation expert da etapa lusa. Também a zona ribeirinha do Cais de Gaia e da Ribeira no Porto, possui uma das características presentes em todos os locais visitados pelo Mundial: um cenário emblemático, que proporciona o melhor enquadramento paisagístico quer a quem assiste ao vivo ao evento, quer a quem o faz pela televisão.

A montagem das plataformas que suportam os pórticos insufláveis, montados ao longo do traçado da corrida, e de todas as infra-estruturas de apoio necessárias junto ao rio, caso da torre de controlo, do media station, race club e high flyer’s lounge — os dois últimos com acesso restrito aos portadores de bilhetes — já estão também a decorrer. Entretanto, também os aviões e respectivos pilotos começaram a chegar a Portugal vindos (a voar) directamente de Budapeste, onde se realizou a anterior etapa.

Ao contrário do que aconteceu, por exemplo, em Londres (Grã-Bretanha), no início do mês, a etapa lusa não terá lugares reservados e consequentemente bilhetes pagos, a não ser para as zonas VIP do race club e do high flyer’s lounge. Em toda a zona da prova serão montados ecrãs gigantes (dez no total) e um sistema de som (68 torres) que permitirão ao público presente junto às margens acompanhar da melhor forma o que se passa no céu e mesmo dentro dos aviões. Mas quem quiser ver de mais perto estas máquinas terá a oportunidade de o fazer no sábado de manhã, dia da corrida, entre as 9h30 e as 10h30. O local: o aeroporto temporário montado no Queimódromo.

Terminada a corrida, será altura de descontrair com a After Party. Em Portugal, a festa que reunirá cerca de cinco mil convidados entre organização, pilotos, VIPs e público em geral, decorrerá na antiga Central Eléctrica da Campanhã [CACE]. Os bilhetes para a mega-festa, que resulta de uma parceria entre a Red Bull Portugal e o Act, estão à venda nas lojas FNAC do Gaia Shopping, Norte Shopping e Santa Catarina.


Segurança garantida e transportes reforçados

Tendo em conta as cerca de 500 mil pessoas previstas pela organização, o plano de segurança do evento elaborado pelo Governo Civil do Porto visa “evitar acidentes e incidentes.” Nos dois dias estarão no terreno um total de 2500 pessoas, entre forças de segurança (PSP e GNR), autoridades marítimas, Instituto Nacional de Emergência Médica e bombeiros.
O plano distrital de segurança e protecção civil prevê desde cortes de trânsito — que serão atempadamente anunciados pelas autarquias — a criação de corredores de segurança e o fecho dos acessos às margens do Douro, quando estas começarem a ficar demasiado cheias. É por isso recomendável que quem queira assistir ao evento se dirija para o local com alguma antecedência. Também a navegação de barcos de pesca, turismo ou recreio no rio estará interdita, não sendo possível assistir ao evento dentro de quaisquer embarcações, mesmo que atracadas.
A pensar na maior afluência de passageiros nos dois dias do evento, a CP vai reforçar os seus comboios na zona Norte. Assim, no dia 31 haverá um aumento de comboios regulares das Linhas de Braga, Guimarães, Caíde e Aveiro, nomeadamente, entre as 10h e as 13h e as 16h30 e as 18h. Por sua vez, no dia da corrida, além dos comboios regulares serão criados serviços especiais da CP Urbanos do Porto e da CP regional nas Linhas do Minho e Douro em especial entre as 9h e as 13h e as 17h e as 20h.
Quem recorra aos serviços da CP deve ter em conta que as estações de S.Bento, Gaia (Devesas) e General Torres, são as que ficam mais próximo do local do evento — cerca de oito minutos a pé. Mais informações podem ser obtidas no site www.cp.pt ou através da linha 808208208. Além da CP também a Metro do Porto e a Sociedade de Transportes Colectivos do Porto irão reforçar os seus serviços nos dois dias da Red Bull Air Race.

Números:
Camiões de material – 60
Toneladas de material – 1400
Número de ecrãs gigantes – 10
Torres de som ¬ – 68
Cozinheiros zona VIP – 8
Seguranças – 1200
Investimento na etapa – 14 milhões de euros
publicado por redbullairrace às 11:58
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

Entrevista Frank Versteegh - COM PORTUGAL NO CORAÇÃO

Excêntrico, frontal e bem disposto. Assim é Frank Versteegh, um holandês de 1,90m que é uma das figuras mais carismáticas a correr a Red Bull Air Race. Em Portugal aprecia, o clima, a comida, o golfe, as pessoas no geral e as mulheres em particular. Assim que terminou a corrida de Budapeste rumou a Cascais. O objectivo? Jogar golfe, claro!

P: Esta não é a sua primeira visita a Portugal. É verdade que é um fã do país e que costuma cá vir jogar golfe?
R: Sim, sem dúvida. Acho que têm óptimos campos de golfe e que estes podem ser um óptimo cartão de visita do país em termos turísticos.

P: E para além do golfe que outras coisas o atraem em Portugal?
R: Tanta coisa. As pessoas, a comida, o clima, que é fantástico, as praias e, claro as mulheres. Gosto muito das mulheres portuguesas.

P: Conhece bem a zona de Lisboa mas alguma vez esteve no Porto?
R: Não. Vai ser a minha estreia nessa cidade. Por causa do golfe a zona de Lisboa é a que conheço melhor.

P: Consta que até gostaria de passar a viver cá no Inverno…
R: É verdade. Adoraria. O clima do meu país no Inverno é terrível e aqui o tempo é muito mais agradável. E depois há o golfe… Não me importava nada.

P: Qual foi para si o maior desafio que enfrentou até ao momento esta época?
R: Hum… Talvez Londres tenha sido a etapa mais exigente, aquela que salientaria como o maior desafio até agora.

P: Até que ponto é que a época de 2007 está a ser diferente da anterior?
R: Bem, primeiro que tudo é maior. Corremos em quatro continentes, temos mais duas etapas que no ano passado. Também há mais pilotos no campeonato e o sistema de competição também foi alterado.

P: Com a época a caminhar para o seu final [faltam três etapas] qual foi até agora a sua corrida preferida?
R: Monument Valley [EUA, terceira etapa da RB Air Race], sem dúvida. Adoro a natureza, o deserto. Foi uma etapa incrível, com umas paisagens fantásticas. Adorei. Acho que nunca me vou esquecer de Monument Valley, foi muito, muito bonito.

P: O que espera da etapa portuguesa da Red Bull Air Race?
R: Estou a contar com uma corrida muito excitante. Os aviões vão voar muito próximo do rio, vamos ter uma pista muito rápida e julgo que vai ser uma corrida muito emocionante e espectacular para o público.

P: Este ano tem um novo avião [Edge 540] e os resultados no campeonato também estão a ser melhores [8º no ranking, quando em 2006 foi 11º no final do campeonato]. Isso significa que tem um avião melhor?
R: Sim. Estou muito feliz com o meu novo avião. Agora tenho um motor mais potente e só me falta vencer uma corrida. Quem sabe isso não acontece em Portugal.

P: Quem está a mostrar ser o melhor piloto da temporada?
R: É difícil responder. Talvez Mike Mangold e Paul Bonhomme. Mas estamos perante treze pilotos muito bons, afinal só os melhores do mundo correm na Red Bull Air Race.

P: Consegue explicar como é que um bailarino profissional se torna um piloto acrobático?
R: Enquanto dava aulas de dança [tive uma escola] voava em simultâneo. Sempre voei, já tenho 35 anos de voo. Mas, comecei a participar em espectáculos aéreos e acabei por me dedicar mais à aviação. Tanto a dança como o pilotar um avião acrobático mexem com a criatividade. E eu gosto de ser criativo. Depois há a música. Adoro música e adoro voar enquanto ouço música.

P: Também tem um cão muito especial que voa consigo…
R: É verdade. Voámos juntos pela primeira vez quando ele tinha oito semanas. Actualmente já tem onze anos e já não o levo com frequência no avião. É que já é um cão idoso…. Mas ainda em Julho em Interlaken [na Suíça] o levei comigo. Ele adora!

publicado por redbullairrace às 11:53
link do post | comentar | favorito

Frank Versteegh em Portugal

Com a pista do aeroporto concluída, a Torre de Controlo de pé, os trabalhos nas margens do Douro a decorrerem a bom ritmo e os pilotos a chegar, a contagem decrescente para a Red Bull Air Race World Series segue em grande velocidade.

O holandês Frank Versteegh foi um dos primeiros a chegar ao nosso país e partilha algumas das suas ideias entre duas tacadas de golfe.

A partir de quarta-feira os ases da F1 dos céus começam a passar à acção, com a primeira sessão de treinos livres.
publicado por redbullairrace às 11:51
link do post | comentar | favorito

Red Bulletin


publicado por redbullairrace às 11:48
link do post | comentar | favorito

F1 DOS CÉUS ENCANTA MAIS DE 1 MILHÃO

Em cada etapa da Red Bull Air Race sucedem-se os banhos de multidão. Desta vez, as margens do Danúbio - bem no coração de Budapeste - foram pequenas para receber mais de um milhão de espectadores. Portugal é o destino que se segue.

Pelo quarto ano consecutivo, Budapeste parou literalmente para ver a Red Bull Air Race World Series. Depois de Abu Dhabi, do Rio de Janeiro (Brasil), Monument Valley (EUA), Istambul (Turquia), Interlaken (Suíça) e Londres (Grã-Bretanha) a sétima etapa deste inedito mundial de corridas aéreas transformou por um fim-de-semana a capital húngara. Coincidindo com o feriado mais importante do país - o dia da independência - a festa foi uma constante ao longo das amplas margens do Rio Danúbio. No total, mais de um milhão de espectadores disseram presente - mantendo assim num patamar elevado a adesão do público a este novo conceito desportivo.

Ao longo de um percurso com cerca de dois quilómetros de extensão, os treze pilotos participantes nesta verdadeira Fórmula 1 dos céus deram espectáculo numa impressionante luta contra o tempo. Velocidade pura e sobretudo muita precisão foram as qualidades mais valiosas para vencer um desafio composto por uma sequência de quinze obstáculos (pórticos). Uma performance que começava logo após a passagem por baixo de uma das mais famosas pontes da cidade - a Ponte das Correntes - a escassos centímetros da linha de água!

A competição está ao rubro, numa altura em que se começam a desenhar os reais candidatos ao título deste ano da Red Bull Air Race World Series. O piloto local, Peter Besenyei, tudo fez para não desiludir a multidão de fãs que torceu por ele corrida após corrida. No entanto, foi impotente para travar os ases norte-americanos Kirby Chambliss e Mike Mangold, respectivamente o campeão em título e o primeiro a vencer uma edição da Air Race. Com o terceiro lugar do britânico Paul Bonhomme e a vitória de Mike - um veterano a Força Aérea norte - a liderança do campeonato sofre uma reviravolta que é sem dúvida um bom prenúncio para a etapa portuguesa que aí vem! Mangold passou para a frente, mas tem apenas um ponto de vantagem sobre Bonhomme - piloto que reparte o seu tempo entre a competição e os comandos de um enorme 747 da British Airways.

Com Budapeste para trás, o “circo” da F1 dos Céus tem já um novo destino na sua mira; as águas do rio Douro entre o Porto e Vila Nova de Gaia. A contagem decrescente já comecou!

publicado por redbullairrace às 11:46
link do post | comentar | favorito
Blog oficial do Red Bull Air Race 2007.
Mais informações sobre a passagem desta competição pelo Porto no SAPO.

links

pesquisar

 

posts recentes

Treinos disputados à frac...

PROGRAMA OFICIAL

OLHOS POSTOS NO CÉU

2º Passatempo Redbull Air...

Vencedor Passatempo RedBu...

CONTAGEM DECRESCENTE!

Entrevista Frank Versteeg...

Frank Versteegh em Portug...

Red Bulletin

F1 DOS CÉUS ENCANTA MAIS ...

tags

todas as tags

arquivos

Agosto 2007

Julho 2007

links

blogs SAPO

subscrever feeds